sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Me leve apenas...

De manhã
algo me cobre
abraça
toca no todo
de ontem
ainda
pulsa na pele
pontadas da noite
posta como
permanentemente
potente, parte partida
de mim
assim
sinto como sempre
e secretamente
o sincero suspiro
do insaciável sentido
que dou ao mundo
e aí
me-viro-me-vou
de novo
ao dia quente
à rua
a-quem-te-leve
leveza
simplesmente vivida.