quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Ele vivia à sombra dos grandes
E se achava no direito de dar pitaco.
Passava dias e horas,
Poemas e cartas.
Embebido e com cigarros,
Contava histórias
E contos
E crônicas
E vidas
Diversas.
Desvairado.
Para alguns, louco;
Até pra ele mesmo.
E com as loucuras queria,
Loucamente,
Dizer que vivia;
Às vezes sem muito sucesso.

Um comentário:

Mr. Shankly disse...

Pessoas assim se multiplicam ao nosso redor. De qualquer modo, interessantíssimo retrato.